Um Rei que saiu mal

Saul começou como um bom rei. Tinha zelo pelo Senhor e se levantou com indignação justa quando os inimigos de Israel ameaçaram a segurança de Seu povo. Mas ele nunca é lembrado por isso, pois terminou como um rei perverso.


Apesar de Deus saber o que havia no coração de Saul desde o inicio deu a ele a oportunidade de se sair bem. No começo, o profeta Samuel lhe contou sobre um encontro que ele teria o qual mudaria tudo.


“Então, seguirás a Gibeá-Eloim, onde está a guarnição dos filisteus; e há de ser que, entrando na cidade, encontrarás um grupo de profetas que descem do alto, precedidos de saltérios, e tambores, e flautas, e harpas, e eles estarão profetizando. O Espírito do SENHOR se apossará de ti, e você profetizarás com eles e tu serás um novo homem.” I Samuel 10.5-6


O Espírito do Senhor já estava sobre os profetas. Quando Saul entrou na atmosfera deles, o que estava nele alcançou Saul. Eu desejo muito que aprendamos a reconhecer quando o Espírito de Deus está se movendo numa pessoa. O espírito de Deus gera uma atmosfera celestial aqui e agora. Nesse caso, um grupo de profetas, ou seja, um aumento exponencial da presença e do poder que pode acontecer somente através da unidade.


Dois é melhor do que um, se unidos. Dois é menos que um, se divididos!


Esse encontro foi para mostrar que tipo de rei Israel precisaria. Quando o Espírito veio sobre ele o transformou em um novo homem.

O encontro profético aconteceu exatamente como Samuel havia dito que aconteceria. Capacitando Saul a começar bem. Ele tinha o senso de humildade necessária, assim como zelo significativo pelo Senhor. Esse encontro transformou-o em homem de que Deus precisaria naquela posição. Mas Deus não é responsável pelo nosso potencial, nós somos.


Através de uma serie de escolhas desastrosas, Saul se tornou o rei não confiável de Israel. Deus começou a procurar outro, segundo o Seu coração.

Uma das declarações mais assustadora que podemos escutar é: “O espírito do Senhor se retirou de Saul”. (I Sm. 16.14). Mas tarde, na própria vida de Davi, ele exclamou: “Não tires de mim o teu santo espírito” (Sl 51.11).


Anos se passaram, Saul começou a intentar contra a vida de Davi. Mandando seus servos para tentar matar Davi. “Então, enviou Saul mensageiros para trazerem Davi, os quais viram um grupo de profetas profetizando, onde estava Samuel, que lhes presidia; e o Espírito de Deus veio sobre os mensageiros de Saul, e também eles profetizaram. Avisado disto, Saul enviou outros mensageiros, e também estes profetizaram; então, enviou Saul ainda uns terceiros, os quais também profetizaram. Então, foi também ele mesmo a Ramá e, chegando ao poço grande que estava em Seco, perguntou: Onde estão Samuel e Davi? Responderam-lhe: Eis que estão na casa dos profetas, em Ramá. Então, foi para a casa dos profetas, em Ramá; e o mesmo Espírito de Deus veio sobre ele, que, caminhando, profetizava até chegar à casa dos profetas, em Ramá. Também ele despiu a sua túnica, e profetizou diante de Samuel, e, sem ela, esteve deitado em terra todo aquele dia e toda aquela noite; pelo que se diz: Está também Saul entre os profetas?” (ISm 19.20-24).


Quando o Espírito de Deus pousa sobre as pessoas, elas fazem coisas extraordinárias em Seu nome. Quando o Espírito de Deus, ao descer sobre um grupo de pessoas, automaticamente carregam a atmosfera. Este é um dos exemplos maravilhosos da graça. Há muito exemplos como esse no antigo testamento que são imagens da realidade do Novo testamento. Que possamos ser sempre sedentos pela presença de Deus e cada encontro com seu Espírito seja transformador em cada um de nós.



Fiquem na paz

Pr. Hefraim Paula





153 visualizações

MISSÃO PAIXÃO & COMPAIXÃO

Rua Visconde de Utinga,

nº 130 Flores - Manaus, AM

 

 

Telefones

(92) 3302-3719

(92) 98414-2556

 

Encontre-nos

Links

Prancheta 6.png

EMA

 

Prancheta 7.png
Prancheta 5.png
Prancheta 4.png

Receba Notícias por e-mail